(0 Votes)

logo extenso 

> REGULAMENTO TÉCNICO | 2019 | GT-3WS | J6 CUP 4  

 

1. DO CONCEITO DE EQUIPE VIRTUAL E TIMES

Para fins deste regualmento, equipe virtual é o conjunto de carros que correm por ela. Time é o conjunto de pilotos que correm em cada carro da equipe. 

exemplo equipes 

1.1 DA INSCRÇÃO DO PILOTO, DA EQUIPE, ESCOLHA DO NÚMERO DO CARRO E DO TIME

A inscrição é feita por carro, onde corre no mínimo dois pilotos. Um piloto ficará reponsável por inscrever o carro, indicando o nome dos pilotos que formarão o time. Após confirmação pela Direção da Liga, o piloto responsável deverá fazer a inscrição da sua equipe virtual de corrida no fórum específico, indicando:

a) nome do piloto que compões o time a conduzir o carro;

b) nome da equipe virtual ou se independente;

c) reservar o número do carro (conferir listagem de número disponíveis no fórum);

d) indicar o carro e número que usará durante a temporada anual;

e) informar sua SteamID.

A inscrição é válida para uma única J6 Cup, devendo ser renovada ao término de cada J6 Cup.

Durante as pré-temporadas o uso dos carros pelos pilotos será livre, podendo alternar conforme sua vontade. Em corridas oficiais, o piloto consegue ingressar somente com o carro indicado.

1.2 DO NOME DE PILOTO

O piloto deverá ser inscrever no site utilizando seu nome real e completo, com as iniciais em maiúsculas e as demais minúsculas. Dentro do jogo, o piloto pode optar por usar apenas o nome e sobrenome em caso de demais nomes. Sempre com as iniciais maiúsculas e demais minúsculas. 

A Liga irá forçar via servidor o nome do piloto, número do carro e modelo de carro indicados. Devendo qualquer alteração ser solicitada via fórum.

 

1.2.1 DAS EQUIPES DE CORRIDA

A equipe pode ser composta por no mínimo um carro e no máximo até 3 (três), ou seja, até três carros, que podem ser distintos ou iguais (adotando cores de distinção).

1.2.2 DOS TIMES

Entende-se por time, o grupo de pilotos que irão pilotar um único carro na corrida de endurance (J6 Endurance Cup). Cada carro terá um time de pilotos de no mínimo dois e no máximo quatro pilotos. As regras dispostas nas incrições definirá se serão aceitos mais de dois pilotos por carro.

1.2.3 DATA LIMITE PARA PRESTAR AS INFORMAÇÕES

Ao se inscrever o piloto deve ficar atendo ao fórum, que disporá as datas limites para informação dos dados previstos no item 1.1 deste regulamento. 

Caso o piloto se inscreva com o campeonato já em andamento, a data limite para indicação do carro é 01 (um) dia antes da realização da primeira etapa que o piloto venha a participar, após confirmada sua inscrição de Direção da Liga.

1.3 DA PERSONALIZAÇÃO DA PINTURA DA EQUIPE E CARRO

O piloto que desejar personalizar a pintura do seu carro, deve enviar para a liga o arquivo de configuração da mesma, obedecendo a seguinte regra: numero do carro + inicial do nome + sobre nome. (Ex: 6ASilva.json)

Verifique no menu GT-3WS Persnalização de Pintura como personalizar seu carro e equipe dentro do jogo.

O prazo limite para envio da pintura é sempre até no sábado anterior a etapa vigente. O piloto só pode enviar uma única pintura por Copa, sendo vedada a alteração da mesma durante o evento.

1.4  DA CLASSES DE CARROS/PILOTOS

No primeiro ano, os pilotos serão classificados por classes, que correspondem ao seu desempenho no campeonato anterior, ou seja, conforme o resultado final do campeonato que se encerrou.

A partir do segundo ano (2020), as classes serão baseadas sempre no resultado final da temporada anual anterior, não se alterando as categorias de pilotos ao longo da temporada.

Vide regras abaixo dispostas:

- PRO (placa branca com número preto) = pilotos classificados entre 1.º e 10º lugares;
- PRO-AM (placa preta com número branco) = pilotos classificados entre 11º e 20º lugares;
- SILVER (placa cinza com número branco) = pilotos classificados entre 21º até o último;
- AM (placa vermelha com número branco) = pilotos novatos na liga.

Vide regras abaixo dispostas para 2020:

- PRO (placa branca com número preto) = pilotos classificados entre 1.º e 10º lugares;
- PRO-AM (placa preta com número branco) = pilotos classificados entre 11º e 25º lugares;
- SILVER (placa cinza com número branco) = pilotos classificados entre 26º até o último;
- AM (placa vermelha com número branco) = pilotos novatos na liga.

classe de pilotos

Pilotos que se ausentarem da Liga por um campeonato, mantém o rank anteiormente obtido, desde que não se tenha passado mais de duas copas (J6 Cup) desde a última participação. Caso retorne após este tempo, retorna com a categoria AM.

1.5 DA TROCA DO CARRO DURANTE A TEMPORADA

A regra geral (item 1.1, d) impõe que ao ingressar na liga, o piloto deve escolher o carro que deseja competir e permanecer com ele durante toda a temporada. O piloto que desejar trocar de carro durante o campeonato poderá fazê-lo uma única vez durante a temporada anual, sob as seguintes condições*:

a) no intervalo entre uma J6 Cup e outra*: manutenção dos pontos obtidos para o campeonato de pilotos e equipes;

b) durante uma J6 Cup em andamento*: perda de todos os pontos obtidos até então para o campeonato de pilotos e equipes na J6 Cup vigente, com reflexos na temporada anual.

* É expressamente vedada a troca de carro durante a J6 Cup 3, bem como para a corrida final da temporada (J6 Cup 4). Assim, o piloto deve correr a J6 Cup 3 integralmente como carro que se inscreveu. O piloto deve também correr a J6 Cup 4 com o carro que terminou a última J6 Cup que participou.

Ainda, é terminantemente proibida a mescla de carros de temporadas distintas. Logo, em hipótese alguma será permitida a troca para os modelos da temporada de 2019, quando do lançamento destes. 

 

2. ESTRUTURA GERAL DO CAMPEONATO

A GT-3 World Series, utilizará o simulador Assetto Corsa Competizione, disponibilizado pela Kunos Simulazione para compra no Steam. 

A GT-3 World Series é o campeonato anual da categoria de carros GT-3, onde são somados os pontos de todas as corridas realizadas durante as J6 Cup. 

As J6 Cup são copas (mini campeonatos), onde cada uma terá o seu campeão. A J6 Endurance Cup é um campeonato pararelo, onde se soma os pontos exclusivamente das corridas de endurance, que são as etapas que encerram cada J6 Cup, ou eventualmente, provas endurance fora das J6 Cup.

A etapa que decide os campeões da GT-3 World Series e a J6 Endurance Cup será a J6 Cup 4, que consiste em uma corrida endurance (duração vide calendário) sempre na pista de Spa Fracorchamps. 

Desta forma, a temporada anual terá, pelo menos, os seguintes campeões:

- 3 campeões (J6 Cup 1, 2, 3);

- Equipe campeã de Endurance (J6 Endurance Cup);

- Campeão Anual (GT-3 World Series);

2.1 DAS CATEGORIAS

Até o limite de 26 inscritos no campeonato, todos os pilotos correção em uma única categoria. Havendo mais de 26 inscritos a organização poderá fazer a divisão dos pilotos por categorias, que serão assim nominadas: Platinum, Gold  e Silver. 

O número de integrantes nas categorias poderá variar conforme o necessário para viabilizar a realização de duas ou mais categorias, sendo que o número mínimo na categoria Platinum será de 18 pilotos, caso haja mais de uma categoria ativa.

O critério para agrupar os pilotos dentro de cada categoria será com base na classificação da última J6 Cup realizada, sendo que os quatro últimos pilotos de cada categoria descem para inferior (quando possível). Os quatro primeiros pilotos classificado no final da J6 Cup, sobem para a próxima categoria na J6 Cup seguinte. Os pilotos novatos (AM)* na Liga, ou que se afastarem por mais de um semestre, sempre correrão na categoria de entrada.

* As excessões as regra de piloto AM para ingresso na categoria de entrada são:

a) ser piloto profissional, nacionalmente ou internacionalmente reconhecido, podendo ingressar diretamente na categoria Platinum, a critério da Direção da Liga;

b) piloto virtual que tiver sido campeão da categoria Platinum ou da temporada anual da GT-3 World Series, podendo ingressar diretamente na categoria Platinum, desde não estrapole o limite de 26 pilotos;

As exceções visam manter a equidade de desempenho entre os pilotos inscritos nas categorias.

Os pilotos das categorias Gold e Silver não pontuam para a temporada anual. Porém, pontuam dentro da sua J6 Cup normalmente, competindo entre seus pares.

2.2 DOS CAMPEONATOS

J6 Cup 1, 2, 3 e 4

A temporada é composta por 04 (quatro) J6 Cup (vide calendário) formada por corridas sprint e endurance. Excessão a J6 Cup 4, que é composta de uma corrida única de endurance.

Dentro da J6 Cup não é permitido o descarte de qualquer resultado. A pontuação das etapas será conforme tabela abaixo, variando de acordo com o tipo de corrida (sprint ou endurance). Para as corridas de Endurance o piloto deve observar a regra de troca de piloto (vide J6 Endurance Cup).

J6 Endurance Cup

Campeonato anual que leva em consideração somente os pontos das equipes nas provas de endurance. Não é permitido descarte de nenhum resultado. A pontuação será aplicada conforme a duração da prova, de acordo com a tabela abaixo.

É obrigatório o revesamento de pilotos, sendo que cada piloto  pode correr no máximo 65 minutos seguidos (stint). O time que não respeitar o tempo de reversamento (stinto) é automaticamente penalizado com um drive throug (passagem pelos boxes) pelo simulador.

O treino classificatório será feito por apenas um piloto do time, que será o piloto que deverá inicar a corrida*.

*Este ponto do regulamento poderá ser revisto tendo em vista possíveis modificações na estrutura e funcionalidades do multiplayer, uma vez que a funcionalidade da troca online de pilotospodem sofrer alterações. Em caso de problemas técnicos decorrentes do simulador, as corridas de Endurance serão substituidas por etapas Sprint, mantendo a mesma pista do calendário e alterando-se o horário de início para as 21h00.

GT-3 World Series

Campeonato Anual que soma a pontuação de todas as corridas (sprint e endurance) realizadas durante a temporada (J6 Cup 1, 2, 3 e 4), podendo serem descartados os dois piores resultados dentre todas corridas sprint das J6 Cups. 

O pontos das corridas de endurance não podem ser descartados, sendo considerada falta a ausência do piloto, para fins de pontuação do campeonato anual. 

2.3 DAS SESSÕES

Todas as etapas (sprint e endurance) serão compostas por treino livre, treino classificatório e corrida. 

As sessões serão assim compostas:

:: Treino Livre = 10 minutos
:: Treino Classificatório = 20 minutos
:: Corrida (vide calendário)

O horário previsto no calendário marca o início do treino livre, com as demais sessões ocorrendo na sequencia.

As sessões de treino livre e classificatório terão início tão logo mude a sessão, observados os tempos de transição entre as sessões. Nas sessões de corrida (sprint) o piloto terá 05 (cinco) minutos para ajustes de setup antes que seja dada a largada, que será sempre lançada. Para as etapas de endurance o tempo será de 7 (sete) minutos.

2.4 ORGANOGRAMA

organograma anual2019 

3. DAS CONFIGURAÇÕES DO SERVIDOR 

3.1 DAS RESTRIÇÕES DE AJUDAS 

O servidor será configurado no modo PRO, não permitindo o uso de auxílios como controle de estabilidade, freios automáticos, linha do traçado, etc. Ainda, não será permitido o uso de qualquer ajuda que permita o uso automático do limpador de parabrisa, embreagem, limitador, luzes, etc. 

Esta regra depende da disponibilização das configurações por parte do servidor do Assetto Corsa Competizione.

3.2 DAS RESTRIÇÕES DE VISÃO E GRÁFICAS

Como forma de uniformizar o desempenho de todos, evitando que alguns pilotos possam ter vantagens sobre os outros simplesmente por desligar determinando efeitos que possam trazer ganho visual, adotaremos as seguintes regras, que serão ativadas/forçadas via servidor dedicado (assim que possível):

  • Obrigação de uso exclusivo das câmeras do cockpit;
  • Limitação dos efeitos visuais em Low (baixo) para impedir que em condições de chuva os pilotos corram ser serem afetados pelo spray d'agua e água no parabrisa;

Esta regra depende da disponibilização das configurações por parte do servidor do Assetto Corsa Competizione.

3.3 DOS PARÂMETROS EXTRAS

O servidor será ajustado com se seguintes configurações;

- variação climática (weatherrandomness) poderá variar de 3 (três) a 5 (cinco), conforme a pista. A variação é dinâmica, sendo que não há qualquer forma de gerência por parte da Direção da Liga para pré determinar qualquer tipo de clima durante a mudança de sessões;

- hora do dia de cada sessão no jogo será representada com base no horário real da sessão  da BlancpaiN GT-3 informado no site oficial da categoria, preferênciamente adotando-se o horário da corrida 1, sempre que possível;

- O tempo de início da sessão de corrida será de 300s (5 minutos) para as corridas Sprint e 420s (7 minutos) para a corrida de Endurance;

- A aceleração do tempo será sempre normal (1);

- consumo de pneus e combustível será sempre normal (1).

3.4 DO ACESSO AOS SERVIDORES

Uma vez que o piloto tenha se inscrito e esteja de acordo com as Regras Gerais e Termos de Uso e de todos os Regulamentos Técnicos, este deve publicar no fórum, no tópico destinado para este fim, o seu nome de piloto (vide regra de nome), nome da sua equipe, logomarcas e o SteamID para seus dados sejam cadastrados no servidor de corrida.

Feito este cadastro, após a Direção ter feito o cadastro noservidor, o piloto estará apto a ingressar no servidor de corrida durante os treinos livres e competições oficiais independentemente dos ranks restritivos de acesso

Os ranks são válidos apenas para pilotos não cadastrados que queiram ingressar nos eventos de treino durante a semana. Em corridas oficiais é vedado o acesso de pilotos não inscritos, excessão a convidados especiais pela Direção da Liga.

Detalhamento de como acessar os servidores (exclusivo para pilotos inscritos) pode ser obtido através do menu GT-3WS > Servidores.

 

4. DAS CORRIDAS SPRINT E ENDURANCE

4.1 PROCEDIMENTO DE LARGADA

O procedimento de largada é válido para as corridas sprint e endurance. Ele é constituído de uma volta de apresentação (uma volta completa pelo circuito), em velocidade reduzida, inicialmente em fila simples, e formando-se a fila dupla quando houver a ordem da direção de prova momentos antes da largada, sendo ela em movimento. Deverão serem observandos os seguintes procedimentos:

- limite de velocidade máximo durante a filha simples: 150 km/h
- limite de velocidade máximo (fila dupla): 90 km/h
- serão permitidos movimentos de aquecimento de pneus e freios, desde que observada a segurança dos demais competidores;

Os pilotos devem marcar o número do carro que estavam imediatamente atrás antes da abertura da volta de apresentação, mantendo esta mesma formação quando iniciada a formação da fila dupla. O momento para a formação da fila dupla é ordenado pelo engenheiro (por áudio e escrito) do simulador.

Iniciado o procedimento de formação de fila dupla, imediatamente o líder deve manter a velocidade de 90 km/h até que seja autorizada pela direção de prova a largada (bandeira verde).

Casos de jump start (aceleração antes da bandeira verde) em que o piloto ganhe vantagem indevida ou ainda, diversas posições na largada de forma irregular, deverão ser encaminhadas para protesto pelos pilotos que se sentirem prejudicados. Para análise será observado o exato momento da bandeira verde e se havia ou não desacelaração desproporcional para o momento (vide item 9.3.5).

Pilotos que enventualmente se mantiverem na posição errada durante o procedimento de largada, somente serão punidos caso tenham ficado à frente da posição que deviam. Estes pilotos devem ser protestados pelos pilotos que se entenderem prejudiciados (vide item 9.3.5).

4.2 SPRINT

As corridas Sprint consistem em corridas com 60 (sessenta) minutos de duração, com uma janela obrigatória de pit stop de 10 minutos, que inicia no minuto 25 e termina no minuto 35 (contagem regressiva), onde apenas a troca de pneus é permitida*.

* Sempre que em razão de alguma atualização do software não for possível impor estar regras via servidor, a corrida será realizada sem regra específica, ou seja, não haverá janela de pit spot, e não será obrigatória a troca de pneus, bem como será livre o reabastecimento.

4.2.1 DAS REGRAS ESPECÍFICAS DA CORRIDA SPRINT

Corrida: 60 minutos
Pit stop: obrigatório na janela
Janela de Pit stop: 10 minutos no meio da corrida
Troca de pilotos: obrigatória (quando a Liga exigir)
Troca de pneus: obrigatória
Reabastecimento: proibido

Importante: Pit stop realizado fora da janela não conta para cumprimento da regra. Caso o piloto deixe de fazer o pit stop obrigatório dentro da janela estipulada, o mesmo será automaticamente desclassificado pelo simulador no final da corrida.

A corrida termina quando, após, zerar o cronometro (contagem regressiva), os pilotos cruzarem a linha de chegada (não há volta extra).

4.2.2 DA PONTUAÇÃO

Vide tabela no item 5.1. A etapa final da temporada (Spa Francorchamps) terá a pontuação prevista na tabela 5.3, independentemente da duração da prova.

4.3 ENDURANCE

As corridas endurance são corridas de longa duração que podem ter 3h, 4h, 6h, 8h, 12h, ou 24h, conforme calendário de provas.  A pontuação aplicada varia conforme a duração da prova (vide tabelas de pontuação). A corrida termina quando, após  zerar o cronometro os pilotos cruzarem a linha de chegada, não havendo volta extra.

Se não for possível a relização da corrida de longa duração com troca de pilotos por falha do simulador, a corrida será realizada com 90 minutos de duração, ou seja, sem participação dos pilotos convidados, aplicando-se a pontuação da sprint (vide item 4.1.2).

4.3.1 DA TROCA DE PILOTOS

Para participar das corridas de endurance o piloto que participa das provas regulares (J6 Cup) deverá convidar um ou mais pilotos para forma equipe com ele para as provas de endurance. A troca de piloto (online) é obrigatória, com um piloto não podendo correr mais do que 65 minutos consecutivos, aqui chamado de stint, sob pena de ser penalizado com um Drive Through (passagem pelos boxes) automaticamente pelo simulador.

O piloto inscrito deverá comunicar para a Direção da Liga até no sábado (dia anterior ao da corrida) do Endurance, o nome do(s) piloto(s) que irá(ão) compor a equipe durante a prova, através do fórum oficial da competição.

O não fornecimento dos dados do(s) piloto(s) que compõem o seu time, importará no impedimento de participar da corrida de endurance.

4.3.2 DAS REGRAS ESPECÍFICAS DA CORRIDA ENDURANCE COM 3 a 5 HORAS

A corridas endurance de até 5 horas de duração tem pit stops obrigatórios, onde em cada um deste deve: trocar de pilotos, trocar os pneus e rebastecer. Tudo isso, dentro do limite máximo de 65 minutos de um mesmo piloto no cockpit (stint) em cada passagem. A quantidade de pit stop é relativa a duração da prova.

Corrida: 3h (2 pit stop obrigatórios)
Corrida: 4h (3 pit stop obrigatórios)
Corrida: 5h (4 pit stop obrigatórios)
Troca de pneus: obrigatória
Reabastecimento: obrigatório
Stint (tempo máximo no cockpit de forma consecutiva): 65 minutos

Importante: o piloto que desrespeitar o limite de tempo (stint) de 65 minutos consecutivos pilotando o carro será automaticamente penalizado com um Drive Through (passagem pelos boxes) assim que fizer a troca de pilotos. A não realização da troca no prazo de 3 minutos após o témino resulta em desclassificação.

 4.3.3 DAS REGRAS ESPECÍFICAS DA CORRIDA ENDURANCE COM 6 a 12 HORAS

A corridas endurance de 6h a 12horas não tem pit stops obrigatórios e nem regras obrigatórias a serem seguidas em cada pit stop. A única regra a ser observada é que o piloto deve respeitar o limite de 65 minutos de permanência no cokpit, devendo fazer a troca por outro piloto antes do término deste tempo.

Corrida: 6h a 12h
Troca de pneus: livre
Reabastecimento: livre
Stint (tempo máximo no cockpit de forma consecutiva): 65 minutos

Importante: o piloto que desrespeitar o limite de tempo (stint) de 65 minutos consecutivos pilotando o carro será automaticamente penalizado com um Drive Through (passagem pelos boxes) assim que fizer a troca de pilotos. A não realização da troca no prazo de 3 minutos após o témino resulta em desclassificação.

4.3.4 DA PONTUAÇÃO

A pontuação ao piloto inscrito regulamente será aplicada confome tabela, enquato ao piloto convidado pontua exclusivamente para o carro/time no campeonato de Endurance. Vide itens 5.2 e seguintes.

 

5. PONTUAÇÃO

A pontuação das corrida observará pontuação da BlancpaiN, diferenciando as pontuação conforme duração da corrida. 

5.1 CORRIDAS SPRINT (1h)

Pole position: 01 ponto

Pos.  Pontuação  Pos.   Pontuação 
 1º  16.5 6º  4.5 
 2º 12  7º 
 3º 9.5  8º 
 4º 7.5  9º 
 5º 10º  0.5 

 

5.2 CORRIDAS ENDURANCE DE 3h, 4h e 5h

Pole position: 01 ponto

Pos.  Pontuação  Pos.   Pontuação 
 1º  25 6º 
 2º 18  7º 
 3º 15  8º 
 4º 12  9º 
 5º 10  10º 

 

5.3 CORRIDAS ENDURANCE DE 6h, 8h, 10h, e 12h

Pole position: 01 ponto

Pos.  Pontuação  Pos.   Pontuação 
 1º 33 6º 
 2º 24  7º 
 3º 19  8º 
 4º 15  9º 
 5º 12  10º 

 

5.4 CORRIDAS ENDURANCE DE 24h

Pole position: 01 ponto

Pos.  Após 6h   Após 12h   Após 24h 
 1º 12 12 25 
 2º 9 18 
 3º 7 15
 4º 6 12
 5º 5 10
4 4 8
3 3 6
2 2 4
1 1 2
10º -   1

 

As corridas que terminarem antes de transcorrido 69.9% do tempo programado de corrida, terão sua pontuação reduzida para metade dos pontos aplicáveis a etapa. A partir da conclusão de 70% do tempo, será aplicado 100% da pontuação.

O piloto que se inscrever para o campeonato regular (J6 Cup) tem que convidar pelo menos um piloto (que deverá se inscrever exclusivamente para este fim) para ser seu companheiro de time nas corridas de Endurance. O piloto regular irá pontuar normalmente em seu campeonato J6 Cup, enquanto os pontos do piloto convidado valerá para a J6 Endurance Cup.

5.5 DO CRITÉRIO DE DESEMPATE

Havendo empate de um ou mais pilotos com a mesma pontução, serão observados os seguintes critérios para desempate:

1º) Maior Número de Vitórias;
2º) Maior Número de Pole Position;
3º) Maior Número de Top 3;
4º) Maior Número de Top 10;
5º) Melhor Posição.
6º) Maior pontuação total (sem descarte).

6. DAS BANDERIAS DE SINALIZAÇÃO

As banderias de sinalização compõem um importante fator de informação aos pilotos durante a corrida. Assim, deverão serem observados atentamente os significados de cada uma:

  • Verde: largada ou condição normal de pista;
  • Vermelha: sessão encerrada, todos os carros devem lentamente se dirigirem para os boxes;
  • Azul: o piloto deve ceder a posição para o piloto que vem atrás dando uma volta;
  • Amarela: indicação de acidente no setor, devendo o piloto reduzir a velocidade;
  • Amarela com linhas vermelhas: indicação de óleo ou água na pista;
  • Preta: desclassificação da prova;
  • Preta com disco laranja: a direção de prova determina que o piloto vá para os boxes para conserto dos danos mecânicos existentes;
  • Branco e preta na diagonal: aplicação de penalidade ao piloto
  • Branca: indicação de piloto com o carro muito lento no setor;
  • Quadriculada: indica o término de uma sessão;

Lembrando que um piloto que causar um acidente sob a condição de uma bandeira de alerta, será penalizado conforme a situação ensejar. 


7. DO LIMITE DE VELOCIDADE NOS BOXES E DO USO DOS FARÓIS/LUZES

7.1 DO PIT LANE

O limite de velocidade a ser observado no pit lane (vide placas de sinalização na pista) é de 50km/h. Cabe ao piloto freiar o carro antes da marcação do início do limite de velocidade e então ligar manualmente o limitador de velocidade. A verificação é feita de forma automática pelo simulador, que aplicará a penalização conforme o caso (vide item 9.1).

O engate da 2ª marcha libera automaticamente o limitador de velocidade.

7.2 DOS FARÓIS E LUZES DE CHUVA

O piloto somente pode utilizar o flash light (piscar de luzes) quando estiver ultrapassando um piloto que esteja você esteja dando uma volta (o piloto adversário deverá estar em condição de bandeira azul) ou para comemorar o término da corrida. Não é permitido o uso do flash light (pisar de luzes) contra um oponente que esteja disputando posição (vide itens 9.3.1 e 9.4).

A luz de chuva é de uso obrigatório sempre que começar a chover, devendo permanecer ligada durante o resto da sessão, mesmo que venha a parar a chuva posteriormente (vide itens 9.3.1 e 9.4). 


8. DO USO DA TECLA ESC

O uso da tecla "ESC" somente é permitido no seu box. Caso o piloto danifique o carro, fique sem gasolina ou mesmo simplesmente pare o carro e use o "ESC" para retornar aos boxes, ele fica impedido de retornar para sessão. Assim, o uso do ESC fora do seu respectivo box é considerado como abandono da sessão pelo piloto. (vide itens 9.3.2 e 9.4)

 

9. DO SISTEMA DE PENALIZAÇÃO

A Liga utilizará duas formas de penalização. A primeira é de forma automática, realizada pelo sistema de automático do simulador que controla cortes de pistas e excesso de velocidade nos boxes, aplicando as penalizações conforme a gravidade ou ganho de tempo.

9.1 DO SISTEMA AUTOMÁTICO DE PENALIZAÇÃO

O simulador penaliza cortes de pista e excesso de velocidade nos boxes, em qualquer sessão. Assim o jogo penaliza o excesso de velocidade de boxes,  cortes de pistas, e desrespeito a regras de pit Windows, stints e etc.

No excesso de velocidade nos boxes a penalização varia entre:

  • Retirada da volta rápida (RL) (somente treino livre e classificatório);]
  • Drive Through (DT);
  • Stop’n Go (SG) que pode ser entre 10 a 30s;

O tipo da penalização varia conforme o tempo ganho pelo excesso de velocidade. 

O corte de pista nas sessões de Treino Livre e Classificação, caso sejam pequenos cortes decorrentes de erros, a volta é simplesmente retirada (RL). Caso você faça um corte propositadamente um pedaço da pista, você será sumariamente desclassificado (DQ) da sessão.

Os cortes de pista durante a corrida, podem ter as seguintes penalidades, variando conforme o ganho de tempo:

  • Advertência (W);
  • Retirada da volta rápida (RL);
  • Drive Through (DT);
  • Stop’n Go (SG) que pode ser entre 10 a 30s;
  • Desclassificação (DQ);

As penalizações descritas neste item 9.1 são apenas para conhecimento da sua existência e possíveis aplicações, não podendo serem revistas ou mesmo anuladas, posto que são aplicadas automaticamente pelo simulador.

A acumulação de duas penalidades pode resultar em desclassificação, como por exemplo, tomar um DT na pista e outro por excesso de velocidade nos boxes.

9.2 DA DIREÇÃO DE PROVA PASSIVA

A segunda forma é a análise pela Direção de Prova. A mesma atuará de forma a analisar os protestos enviados pelos pilotos, enquadrando as condutas conforme regulamento de penalizações abaixo.

9.2.1 DOS TIPOS DE PENALIZAÇÕES

As penalizações que serão aplicadas pela Direção de Prova consistem em:

a) Penalização por Tempo 5s ou 15s (TP5 ou TP15) -  acrescidos no tempo total de corrida do piloto;

b) Drive Through (DT)* - igual a adição de 60s no tempo total de corrida.

c) Desclassificação (DQ) – desclassificação automática da sessão.

9.3 DAS CONDUTAS NA PISTA

A urbanidade exigida dos pilotos fora das pistas deve se repetir dentro dela. Assim, a Direção de Prova ao observar um incidente, verificará a conduta dos pilotos, adotando como base o Regulamento utilizado pela https://sro-esport.com/ para seus campeonatos, bem como a eventual condição do setor (bandeiras).

Assim, o piloto deve fazer o download e ler a regulamento disponível no link https://sro-esport.com/Rulebook-1.0.pdf.

No momento do início da frenagem, se o piloto que tenta a ultrapassagem não estiver pelo menos 50% do carro ao lado do oponente, deverá abortar a tentativa. Em caso de acidente este piloto será considerado culpado.

Além do padrão constante do regulamento da SRO, serão observados pontos de frenagem, aceleração, movimentos laterais, escapadas de pista, situações inesperadas, entre outras condições para mensurar o acidente e enquadrá-lo nas condutas abaixos descritas.

9.4 DAS PENALIDADES APLICADAS PELA DIREÇÃO DE PROVA

9.4.1 NÃO RESPEITAR A REGRA DO ESC

Piloto que utilizar a tecla 'ESC' em desacordo com a regra prevista no item 8.

a) se praticada no treino livre

Pena: ADV

b) se praticada no treino classificatório.

Pena: Perda do direito de fazer o treino classificatório na próxima etapa. Se for a última corrida do campeonato, perde 5 pontos.

9.4.2 REGRA DOS FARÓIS

a) O piloto que não ligar os faróis dianteiros nas corridas noturnas ou usar dos faróis/luzes em desacordo com a regra prevista no item 7.2.

Pena: ADV 

9.4.3 DO CORTE PROPOSITAL DE PARTE DA PISTA

Deixar de correr pelo traçado considerado normal pista de forma proposital, nas sessões de treino livre e treino classificatório, mesmo que não tenha tido vantagem.

Pena: Perda do direito de fazer a classificação na próxima corrida, mais perda de 05 pontos. Se for na última etapa do campeonato, perde 10 pontos.

9.4.4 GANHAR VANTAGEM INDEVIDA DURANTE O PROCEDIMENTO DE LARGADA

Se posicionar à frente do lugar que deveria largar durante a volta de apresentação. Ainda, acelerar antecipadamente à bandeira verde de forma a ganhar vantagem indevida ou ainda fazer uma ou mais ultrapassagens em razão desta.

Pena: DT 

9.4.5 ACIDENTE CAUSADO POR CULPA (IMPRUDÊNCIA, NEGLIGÊNCIA E IMPERÍCIA) DO PILOTO

a) ganhar indevidamente a posição sem forçar o oponente para fora da pista ou fazê-lo rodar;

Pena: TP5

b) ganhar indevidamente a posição do oponente, colidindo ou não, forçando com que o outro piloto saia da pista, sem colidir no oponente;

Pena: TP15

c) causar colisão, que poderia ter evitado, fazendo o oponente, sair da pista, rodar e/ou mesmo perder posições;

Pena: DT

9.4.6 DAS EXCLUDENTES DE PENALIZAÇÃO

a) se a direção de prova considerar que um acidente foi algo de corrida ou que o piloto não tinha como evitá-lo, nenhuma penalização será aplicada ao mesmo.

b) sempre que um piloto tenha que dado causa a um acidente e devolva voluntariamente a posição, ou ainda, aguarde o retorno do piloto que foi atingido para a pista, devolvendo também a posição, não será aplicada nenhuma das penalizações previstas neste item ao piloto que deu causa ao acidente. 

9.5 ACIDENTE CAUSADO POR DOLO

a) causar um acidente de forma intencional de forma a prejudicar um ou mais pilotos. 

Pena: DQ e suspensão da próxima corrida.

b) O piloto que reincidir em acidente considerado doloso durante o campeonato.

Pena: DQ e banimento, ficando impedido de correr permanentemente dos eventos organizados pela liga.

9.6 DESRESPEITAR AS BANDEIRAS DE SINALIZAÇÃO

a) dificultar a passagem dos pilotos mais rápidos que estão aplicando volta, por tempo razoável, em condição de bandeira azul.

Pena – DP5. Reincidência na mesma prova – DP15.

a.1) não haverá penalização por bandeira azul em caso de etapas de longa duração (Endurance), servindo a mesma apenas como alerta visual ao piloto, que poderá ou não facilitar a passagem do oponente.

9.7 MANUTENÇÃO DA LINHA DE CONDUÇÃO

Mudar mais de uma vez a linha de condução ao defender sua posição.

Pena - ADV. Reincidência na mesma disputa - DP5.

No momento de contorno da curva, será permitido mudar de linha para um melhor contorno da curva, caso o piloto que o persegue não esteja ao lado.

 

10. DO BRIEFING (DISCORD)

É obrigatória a presença de todos os pilotos no Discord para a realização do briefing que iniciará 30 minutos antes do horário marcado para o início do treino livre

No discord serão realizado o briefing com os pilotos, sendo passadas as recomendações da Direção, troca de idéias e ouvida dos pilotos. 

Ao término do briefing será passada a senha do servidor de corrida. 

 
11. DAS PREMIAÇÕES

As premiações são definidas/divulgadas no formulário de inscrição de cada J6 Cup.

 

Onde Realidade e Simulação se unem!

110

focados em reproduzir as categorias reais

Formato e duração das corridas, regras, pontuações, etc.

Gold Trophy PNG Images

Seis Campeões ao longo da temporada

Os títulos mais aguardados e importantes são para o Campeão Anual e da J6 Endurance Cup da GT-3 World Series.